Como escolher um bom notebook para trabalho?

Os notebook têm ganhado espaço nos escritórios, em substituição aos desktops. Entre os principais motivos para esse cenário estão o consumo de energia bastante inferior ao dos computadores de mesa e a facilidade de mobilidade.

Se você está montando seu escritório, se está pensando em substituir seus antigos desktops por notebooks, ou participar de algum evento, confira neste artigo as principais especificações para observar na hora de contratar este serviço, de acordo com o tipo de trabalho que será realizado:

1- Programas leves/escritórios

Esta configuração é voltada para trabalhos que utilizam softwares que exigem pouco do computador, como programas do pacote Office e navegadores de internet.

Escritórios que lidam com planilhas, edição de documentos ou criação de apresentações podem optar por notebook classificados como “de entrada”, com componentes mais modestos, já que esse tipo de demanda não requer muita potência.

As configurações recomendadas para esse perfil são:

Processador Intel Core i3 (no mínimo, para rotinas mais leves, como a de recepcionistas) ou Intel Core i5 (para uso mais intenso do pacote Office) ou equivalentes.

Memória RAM –  Lenovo: 12GB HP:16GB
HD de 500GB com possibilidade de expansão

Placa de vídeo integrada.

2- Apresentações e palestras em eventos

Quem faz palestras precisa de um equipamento capaz de rodar softwares de apresentações online e offline com suavidade. Afinal, nenhum palestrante gosta de slides com transição lenta ou travando durante suas apresentações.  

Processador Intel Core i5  ou equivalente.

Memória RAM de 4GB para utilizar a versão mais recente do Windows 10 (recomenda-se 8GB para uma experiência mais confortável).

HD de 500GB com possibilidade de expansão

Placa de vídeo integrada.

Placa Wifi integrada com padrões mais recentes para conectividade mais rápida (padrão 802.11n ou 802.11ac)

Esse tipo de configuração também pode ser adotada para stands de eventos e feiras que precisem exibir vídeos demonstrando as soluções da sua empresa ou para fazer cadastros dos visitantes nesses eventos.

3-  Cursos diversos e instituições de ensino

Cursos e instituições de ensino que utilizam recursos multimídia como suporte ao aprendizado também podem utilizar notebooks para essa função. Em geral, são exibidos vídeos e apresentações para a turma com o auxílio de um projetor multimídia. Por isso, além das especificações básicas, é importante que o equipamento possua saída HDMI ou VGA.

Processador Intel Core i5 ou equivalente.

Memória RAM de Lenovo: 12GB  HP:16GB

HD de 500GB com possibilidade de expansão

Placa de vídeo integrada.

Saída de vídeo HDMI (recomendado) ou VGA (pelo menos).

Neste artigo, relacionamos as principais configurações recomendadas para notebooks voltadas a diversas aplicações. Acreditamos que com essa orientação inicial, você terá a base para escolher equipamentos que atenderão suas necessidades.

Lembre-se ainda que as exigências de hardware e software vão aumentando com o tempo, conforme a tecnologia evolui. Para citar um exemplo, ter 16GB de memória em um computador era algo inimaginável ou extremamente exagerado há algum tempo e hoje é algo razoável para quem trabalha com tarefas pesadas. Máquinas consideradas robustas até pouco tempo já não teriam desempenho tão bom para os parâmetros de agora.

Portanto, para reduzir custos na sua empresa, além de optar pelos notebooks pela questão do consumo de energia, vale a pena considerar também as soluções de outsourcing de equipamentos de informática. Dessa forma, você garante que seus equipamentos serão atualizados periodicamente sem a necessidade de fazer novos investimentos grandes a cada renovação das máquinas e programas (que possuem rápida depreciação).

Para saber mais sobre como o outsourcing de TI ajuda a reduzir custos nas organizações, confira outros artigos mais detalhados em nosso blog ou entre em contato com a AP Networks e tire todas as suas dúvidas. Siga também nosso perfil no LinkedIn para não perder nenhuma publicação, acompanhar tendências de outsourcing e dicas para redução de custos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *