Como Criar Senhas Fortes e Seguras

Senha das redes sociais, senha do e-mail de trabalho, senha do e-mail pessoal. Já parou para pensar em quantas senhas você usa no computador ou celular atualmente? Você usa uma única senha para todos os sites ou uma para cada?

Usar senhas seguras é importante para evitar que hackers e pessoas mal intencionadas consigam acessar informações sensíveis suas, como dados do cartão de crédito, dados pessoais como CPF, mensagens privadas entre outras.

Neste post, aprenda as dicas essenciais para lidar com suas senhas e como criar senhas fortes e mais seguras para proteger suas informações e dados pessoais na internet. Acompanhe!

Quer ir direto para uma dica específica? Clique no link abaixo:

O que não fazer
01 – Não use a mesma senha para tudo
02 – Não anote as senhas no próprio computador ou celular
03 – Alguns truques já não funcionam mais
O que fazer
01 – Use senhas longas
02 – Use termos difíceis de adivinhar
03 – Use números e caixa alta e baixa
04 – Crie combinações de palavras inesperadas
05 – Crie regras ou padrões para usar as dicas acima
06 – Use um gerenciador de senhas
Gostou das dicas?

O que não fazer

01 – Não use a mesma senha para tudo

Antes de começarmos com as dicas para criar senhas fortes, é importante lembrar que não se deve usar a mesma senha em todos os sites. Ter que memorizar várias senhas é trabalhoso, mas usar uma única pode ser bastante prejudicial.

Agindo dessa maneira, caso sua senha seja descoberta, seria possível testá-la em diversos sites (suas redes sociais, lojas virtuais, etc) e conseguir acessar todos eles e acessar suas informações.

02 – Não anote as senhas no próprio computador ou celular

Para mais segurança, também não é recomendado anotar as senhas no computador ou celular. Isso porque se o dispositivo for invadido, roubado, perdido ou infectado com malwares, você perderá junto as suas senhas.  O ideal é anotar as senhas em um papel e guardá-lo em um lugar seguro.

03 – Alguns truques já não funcionam mais

Um método conhecido que os hackers usam para tentar descobrir senhas simples é usar um programa que automaticamente testa todas as palavras de um dicionário até encontrar escolhas ruins como “senha” ou “sorvete”.

Antigamente, uma forma simples de se proteger era trocar algumas letras por números ou caracteres especiais, como a letra o pelo número 0, ou i por 1, A por @, E por 3, e assim por diante. Assim, usar Senh@  ou S3nh@ já resolveria.

Agora, porém, o algoritmo já conhece a maioria dessas substituições e também conseguirá usar esses padrões. Além disso, colocar números e caracteres especiais nas bordas da palavra, como #senha# ou 5senha5, também não engana mais o algoritmo.

O que fazer

01 – Use senhas longas

Quanto mais longas as senhas, mais difícil é para os algoritmos calcularem as combinações de letras para tentar adivinhá-las. Em geral, as senhas fortes têm pelo menos 10 ou 12 caracteres.

02 – Use termos difíceis de adivinhar

O objetivo das senhas é que só você saiba as suas. Por isso, evite usar termos comuns como “senha” “12345” ou “qwerty” (a sequência das 6 primeiras letras da linha de cima do teclado).

Da mesma forma, não use elementos que pessoas próximas a você saberiam, como data de aniversário, sobrenome, nome do animal de estimação, etc.

03 – Use números e caixa alta e baixa

Utilizar letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres especiais (@#&$) alternadamente em suas senhas as torna mais difíceis de serem adivinhadas, inclusive por programas automatizados.

É importante que essas variações aconteçam ao longo da senha e não apenas no início ou fim. Portanto, algo como sO#rV$eT@e! é mais indicado do que #Sorvete@, por exemplo.

04 – Crie combinações de palavras inesperadas

Mesmo que sua senha use palavras comuns, se você juntá-las de forma aleatória ou inesperada, pode criar um resultado difícil de adivinhar.

Dessa  forma, a senha sorvetegatoazulpterodatilo seria mais segura do que usar qualquer das palavras isoladamente. Adicionando números, caracteres especiais e maiúsculas, ela ficaria ainda mais segura.

05 – Crie regras ou padrões para usar as dicas acima

Você pode estabelecer alguns padrões para ajudar você a memorizar ou criar suas senhas. Comece com uma frase, trecho de letra de música, poesia, citação de livro ou filme que seja significativo para você.

Um exemplo: vamos usar a frase “eu adoro pizza portuguesa”, que seria fácil de memorizar (para quem ama essa pizza!).

A partir dela, estabeleceremos a regra de usar apenas a primeira sílaba de cada palavra. Nossa senha, por enquanto, ficaria: euadpipo

Em seguida, estabelecemos outra regra: vamos usar a segunda letra de cada sílaba em maiúsculo: eUaDpIpO

Agora, vamos estabelecer que a cada nova palavra haverá um caractere especial seguindo a ordem do teclado, ou seja !@#$%, etc

Assim, nossa senha ficaria: eU!aD@pI#pO$

Dessa forma, criamos uma senha de 12 caracteres que não seria impossível de memorizar para quem ama pizza portuguesa e tivesse criado um padrão de regras para descaracterizar a frase.  Ao mesmo tempo, a expressão eU!aD@pI#pO$ parece totalmente aleatória e sem sentido.

06 – Use um gerenciador de senhas

Mesmo utilizando as dicas anteriores, ainda há o problema de termos cada vez mais senhas para memorizar. Uma solução interessante pode ser utilizar serviços gerenciadores de senhas, como o LastPass e 1Password

Com esses serviços, você precisa memorizar apenas sua senha principal e todas as outras são salvas dentro de um aplicativo criptografado. Quando você precisar fazer o login em alguma conta, o gerenciador pode preencher a senha para você.

Alguns desses gerenciadores inclusive podem gerar senhas longas e completamente aleatórias para ajudar no processo.

Gostou das dicas?

Se esse post ajudou você a repensar suas senhas e a criar termos mais seguros, confira também outras dicas e artigos interessantes do nosso blog.

Você também poderá gostar destes posts:

Dicas para melhorar a qualidade do sinal wi-fi
Notebook ou desktop, qual o melhor para empresas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *